Ilha Quadrada


Alegre Muitos pontos do caminho chamado 30:

Barulho do riso
Silêncio do sábio

Sinceridade da luta
Política de sobrevivência

Amor eterno aos pais
Diálogo de adultos que convivem

Sair do discurso da fé
Entrar na experiência do Sagrado

Contar histórias repetidas
Boas histórias são ótimas

Busca do céu que amedronta
Coragem de encontrar o céu no outro

Presentear sem querer em troca
Trocar todo o resto pelo sorriso de uma criança

Viver a vida com sonhos
E terminá-la sabendo que ela teve gosto de mel.

Q.



Escrito por Quel às 01h18
[ ] [ envie esta mensagem ]


E por falar em Saudade....

Aproveitando o clima nostálgico, sobre tudo o da Quel, posto esse textinho que acho que traduz tudo isso que vc está sentindo.

Sinto Saudades

"Eu tenho saudades de tudo o que marcou a minha vida.

Quando vejo retratos; quando sinto cheiros; quando escuto uma voz; quando me lembro do passado, eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi, de pessoas com quem nunca mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância;

Do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro, do penúltimo e daqueles que ainda vou vir a ter, se Deus quiser...

Sinto saudade do presente, que não aproveitei de todo, porque estava lembrando do passado ou apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro, que se idealizado, provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei...

De quem disse que viria e nem apareceu...

De quem apareceu correndo, sem me conhecer direito...

De quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer...

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito;

Daqueles que não tiveram como dizer adeus; de gente que passou na minha vida e que só enxerguei de vislumbre.

De coisas que eu tive e de outras que eu não tive, mas quis muito ter...

De coisas que nem sei que existiram, mas que se soubesse, com certeza gostaria de experimentar.

Sinto saudades de coisas sérias, de coisas hilariantes, de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorro que eu tive em dia e que me amava fielmente como só os cachorros são capazes de fazer.

Dos livros que li e que me fizeram viajar, dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar, das coisas que vivi e das que deixei passar, sem curtir na totalidade...

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que, não sei aonde, para resgatar alguma coisa quem nem sei o que é e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades em japonês, em russo, em italiano, em inglês, mas que minha saudade, por eu ter nascido brasileira, só fala português embora, lá no fundo, passa ser poliglota.

Eu acredito que um simples " I miss you", ou seja lá como passamos traduzir saudade em outra língua,nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima, corretamente, a imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades... Por que encontrei uma palavra para usar todas as vezes em que sinto este aperto no peito, meio nostálgico, meio gostoso, mas funciona melhor do que um sinal vital quando se quer falar de vida e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis, de que amamos muito, o que tivemos e lamentamos as coisas boas que perdemos ao longo da existência... Sentir saudade é sinal de que se está vivo!"

 



Escrito por Flávia às 13h25
[ ] [ envie esta mensagem ]


Carente

Saudades sei lá do quê.... pensando no Rio, lembrando da brisa de Ipanema, da vista de Sta Tereza, e das noites intermináveis na Lapa. Saudades do pelourinho de Salvador, da acolhida dos novos amigos de lá. Do mar baiano que nos fez sentir despreocupados com os problemas do mundo. Terra da alegria e terra de amor. Amor de hoje, de agora, debaixo do sol, com música, com água, com horizonte grande. Saudades de Cabo Frio, reveillon sucesso, do mochileiro, do estudante de medicina... do garçom que virou nosso chapa, de dançar forró, da ICE "criptonita" e do povo de Israel (sim isso mesmo).

Vontade? Vontade de um monte de coisas que só conto no ouvido. Sábado despretensioso, caminhada na Liberdade de manhã, e piscina à tarde. Vontade de dar um pulinho em São Paulo só para dar um alô a Moema. De dar um pulo em Boa Viagem em Recife e dizer que adorei ter aprendido a dançar forró lá. Vontade de Madrid, não preciso explicar, Madrid é Madrid. Esportista

São só devaneios. Um recado ao(s) leitor(es) dizendo que a vida é curta, e nada acontece se não fizermos alguma coisa para mudar. Sentir saudades é bom, poder fazer tudo isso de novo, é ótimo.  Sorte



Escrito por Quel às 21h40
[ ] [ envie esta mensagem ]


RETIRADO DO LIVRO DESORDEM NO TRIBUNAL...
 
Estas são piadas retiradas do livro 'Desordem no tribunal'. São coisas
que as pessoas realmente disseram, e que foram transcritas textualmente
pelos taquígrafos, que tiveram que permanecer calmos quanto estes
diálogos realmente aconteciam à sua frente.


Advogado : Qual é a data do seu aniversário?
Testemunha: 15 de julho.
Advogado : Que ano?
Testemunha: Todo ano.
____________________________________________
Advogado : Essa doença, a miastenia gravis, afeta sua memória?
Testemunha: Sim.
Advogado : E de que modo ela afeta sua memória?
Testemunha: Eu esqueço das coisas.
Advogado : Você esquece... Pode nos dar um exemplo de algo que você
tenha esquecido?
____________________________________________
Advogado : Que idade tem seu filho?
Testemunha: 38 ou 35, não me lembro.
Advogado : Há quanto tempo ele mora com você?
Testemunha: Há 45 anos.
______________________________ ______________
Advogado : Qual foi a primeira coisa que seu marido disse quando acordou
aquela manhã?
Testemunha: Ele disse, 'Onde estou, Bete?'
Advogado : E por que você se aborreceu?
Testemunha: Meu nome é Célia
____________________________________________
Advogado : Me diga, doutor... não é verdade que, ao morrer no sono, a
pessoa só saberá que morreu na manhã seguinte?
____________________________________________
Advogado : Seu filho mais novo, o de 20 anos...
Testemunha: Sim.
Advogado : Que idade ele tem?
______________________________________________
Advogado : Sobre esta foto sua...o senhor estava presente quando ela
foi tirada?
_______________________________________________
Advogado : Então, a data de concepção do seu bebê foi 08 de agosto?
Testemunha: Sim, foi.
Advogado : E o que você estava fazendo nesse dia?
 _______________________________________________
Advogado : Ela tinha 3 filhos, certo?
Testemunha: Certo.
Advogado : Quantos meninos?
estemunha: Nenhum
Advogado : E quantas eram meninas?
_______________________________________________
Advogado : Sr. Marcos, por que acabou seu primeiro casamento?
Testemunha: Por morte do cônjuge.
Advogado : E por morte de que cônjuge ele acabou?
_______________________________________________
Advogado : Poderia descrever o suspeito?
Testemunha: Ele tinha estatura mediana e usava barba.
Advogado : E era um homem ou uma mulher?
_______________________________________________
Advogado : Doutor, quantas autópsias o senhor já realizou em pessoas
mortas?
Testemunha: Todas as autópsias que fiz foram em pessoas mortas...
______________________________ _________________
Advogado : Aqui na corte, para cada pergunta que eu lhe fizer, sua
resposta deve ser oral, Ok? Que escola você freqüenta?
Testemunha: Oral.
_______________________________________________
Advogado : Doutor, o senhor se lembra da hora em que começou a examinar
o corpo da vitima?
Testemunha: Sim, a autópsia começou às 20:30 h..
Advogado : E o sr. Décio já estava morto a essa hora?
Testemunha: Não... Ele estava sentado na maca, se perguntando porque eu
estava fazendo aquela autópsia nele.
 _____________________________________________
 
******* Essa é a melhor ********

Advogado : Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor checou o pulso
da vítima?
Testemunha: Não.
Advogado : O senhor checou a pressão arterial?
Testemunha: Não.
Advogado : O senhor checou a respiração?
Testemunha: Não.
Advogado : Então, é possível que a vítima estivesse viva quando a
autópsia começou?
Testemunha: Não.
Advogado : Como o senhor pode ter essa certeza?
Testemunha: Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.
Advogado : Mas ele poderia estar vivo mesmo assim?
Testemunha: Sim, é possível que ele estivesse vivo e cursando Direito em
 algum lugar!!!



Escrito por Flávia às 13h22
[ ] [ envie esta mensagem ]


Desanimado 
Tá reclamando de quê?
 
" Tá " Reclamando do Lula? do Serra? da Dilma? do Arrruda? do Sarney? do Collor? Do Renan? do Palocci?  do Delubio? Da Roseanne Sarney? Dos politicos distritais de Brasilia? do Jucá? do Kassab? dos mais 300 picaretas do Congresso? E você?
 Brasileiro Reclama De Quê?

O Brasileiro é assim:

1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura.

5. - Fala no celular enquanto dirige.

6. -Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

7. - Para em filas duplas, triplas em frente às escolas.

8. - Viola a lei do silêncio.

9. - Dirige após consumir bebida alcoólica.

10. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas
desculpas.

11. - Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.

12. - Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao
trabalho.

13. - Faz  " gato " de luz, de água e de tv a cabo.

14. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado,
muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

15. - Compra recibo para abater na declaração do imposto de
renda para pagar menos imposto.

16. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através
do sistema de cotas.

17. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10
pede nota fiscal de 20.

18. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

19. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

20. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se
fosse pouco rodado.

21. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são
pirata.

22. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

23. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da
roleta do ônibus, sem pagar passagem.

24. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

25. - Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

26. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como
clipes, envelopes, canetas, lápis.... como se isso não fosse roubo.

27. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que
recebe das empresas onde trabalha.

28. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que
ainda não foi inventado.

29. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o
fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

30. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes
não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos...

Escandaliza- se com a farra das passagens aéreas...

Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo ou não?
Brasileiro reclama de quê, afinal?

E é a mais pura verdade, isso que é o pior! Então sugiro adotarmos uma
mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário!

Vamos dar o bom exemplo!

Espalhe essa idéia!

"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os
nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores
(educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso
planeta, através dos nossos exemplos..."
 
Amigos!
É um dos e-mails mais verdadeiros que recebi!
A mudança deve começar dentro de nós, nossas casas, nossos valores, nossas atitudes! Desanimado



Escrito por Quel às 10h56
[ ] [ envie esta mensagem ]


Com fome Primeiro post do ano. A gente tira férias da Ilha, mas sempre acabamos de volta. Querendo ou não, vivo amarrada nestes ilhados queridos. Tirei algumas conclusões pós-carnaval:

- A Argentina precisa se livrar dos portenhos urgentemente.

- Tenho sorte, quando tenho azar.

- Eu ainda sei viajar sozinha. Mas com boas companias é muito melhor.

- Agarrei um medo de avião, que precisa até me dar a mão para decolar.

- Pode-se ir bem no trabalho, sem perder a saúde.

- Senti saudades da academia. Eu nunca na vida tinha falado isso.

- Todo ano merece uma viagem legal.

- Esqueci como é que se toma um porre sem dormir.

- Vinho tinto só daqui a 4 meses.

- Se eu morar na Argentina, eu vou ser magra. Raio de comida sem tempero.

- Amo viajar com a Flavinha, e bem vinda Kamilla, "mala gente". Risada garantida ou dinheiro de volta. Alegre



Escrito por Quel às 11h44
[ ] [ envie esta mensagem ]


Argetina, vamos nois!!!!!

Em contagem regressiva...

Hablar mucho portunhol...

E divertir mais ainda com os nossos hermanos!!!!!!!!! uiiiiiiiiiiiiiiiii.....

Com minhas chicas e companheiras de viagem, Quel e Kamilla.

Morram de invejaaaaaaaaaaaaa.

 



Escrito por Flávia às 15h12
[ ] [ envie esta mensagem ]


SorteBobo

Quero sol até 16h, depois uma leve chuva, aí podemos sair para a noite.
Quero que o meu início de ano seja tão lindo quanto o anterior.
Quero continuar sendo amada.
Quero ver ainda mais filmes, muitos, infinitos, mas quero distância de alguns cinéfilos.
Quero mais farras ótimas, programas sex and the city com as amigas balzaquianas.
Quero que sejamos ainda mais belas, e que as pessoas aprendam a se cuidar
Quero que algumas pessoas voltem para o meu trem, outras, não.
Quero curtir mais bossa nova e samba sábado à tarde, mesmo debaixo de chuva.
Quero discutir mais política e tecnologia nos momentos de capuccino.
Quero continuar batendo o pé para não falsificar carteirinha de estudante.
Quero móveis coloridos para a minha nova casa.
Quero um cachorrinho, ai meu Deus... quero??
Quero tentar compreender o fundamentalismo, tanto atéico, quanto religioso.
Quero ler mais livros que me ensinem a escrever bem.
Quero estar em guerra, quando necessária, e em paz, quando desejada.
Sorte

 



Escrito por Quel às 15h49
[ ] [ envie esta mensagem ]


Fatos e Constatações 9

Ando tão sem Criatividade ... Carente



Escrito por Flávia às 22h25
[ ] [ envie esta mensagem ]


Com fome Feriado com boas companhias sempre rende boas histórias:

 

Três dias de Rio de Janeiro viraram, como de outras vezes, o dobro. São 3 dias e 3 noites com muita história pra contar.

 

Dia 01: Chuva e frio no Rio, companhias ainda pouco conhecidas, estávamos com três patricinhas, acreditam? Meninas nota mil, ainda não sabíamos disso. Sobe de bonde para Sta Teresa, curtindo garoa, parando em um charmoso barzinho, rústico e moderno, papos de muitos amores, viraram risadas. Para a noite, Rio Scenarium, a Lapa começa a acordar quando a noite vem. As ruas sujas e estranhas vão ganhando a cara da boemia noturna. Tribos se misturam, raiamos o dia ao som de samba, DJ, e gente bonita. Quase um banho de auto-estima.

 

Dia 02: Praia de Ipanema logo cedo, nada de ficar dormindo. Encontramos amigos de BH, Simone, nossa velha conhecida de TV UNI, e seus amigos, que se tornaram também nossos. Praia, comidinha japonesa, e um soninho antes da noite vir. Cervejita em frente ao Hotel Marajó foi de lei, com direito aos malucos da rua e artistas quase esquecidos que pediam um pouco da nossa atenção.

 

Aí não pára, show de samba rock no Mofo Lapa. Didi lindona demais, tava lá. Sacudindo o esqueleto até 4h30. Neste horário, Lapa ainda lotada, muita festa para quem gosta.

 

Dia 03: Mais praia, último dia, que triste. Muito papo da mulherada, balanços dos casos engraçados de nós meninas mineiras. À tarde mais bondinho Lapa Sta Teresa, ir em pé penduradas é muuuito mais legal. Cantando e muitas risadas.

 

Hora de ir..... ai Rio... como gostamos de você. Turma nova, quem diria Flavinha, patricinhas hahahaha.



Escrito por Quel às 17h02
[ ] [ envie esta mensagem ]


Fatos e constatações 8

"Minha alma canta... vejo o Rio de Janeiro... estou morrendo de saudades..."Convencido



Escrito por Flávia às 13h29
[ ] [ envie esta mensagem ]


fatos e constatações 7

É mais fácil encontrar a Quel e a Flavinha perdidas pelo Rio de Janeiro do que em qualquer outro lugar de Belo Horizonte.



Escrito por Didi às 09h00
[ ] [ envie esta mensagem ]


fatos e constatações 6

Este blog poderia fazer mais sucesso se pelo menos os autores estivessem presentes por aqui. (ok, eu sei)



Escrito por Didi às 08h59
[ ] [ envie esta mensagem ]


Alegre FRASES DE ULTIMAMENTE:

. "Não há problema em haver gente burra, o problema é o burro com iniciativa." (Entrevistado do Odontologia em Foco - esqueci o nome, o misterioso)

. "A ignorância provoca a paz." (Entrevistado do Odontologia em Foco - esqueci o nome, o misterioso again)

. "- Bonito hein, diz o guada. - Bonito e veloz, diz o agroboy."

. "Existem mulheres que dão, mulheres que voam, e aquelas que andam com pedras no bolso". (Produtora nata)

. "Foda-se" (Nelson Rodrigues)

 



Escrito por Quel às 13h14
[ ] [ envie esta mensagem ]


Com fome Será que escrever uma vez por mês aqui tá bom??? No orkut, vício, pelo menos 3 vezes ao dia, Twitter várias, Facebook, nem sei mexer direito, mas os primitos españoles me colocaram nessa tb. Na globo.com, muitas vezes, chego em casa, controle remoto não pode ficar na minha mão. Três endereços de email, sendo que dois deles são para trabalho. Minha senha do msn já é da galera. A tecnologia mandou mesmo na nossa vida.

Fomos gravar um show de moda de viola, folia de reis, congado etc.... voltei aos tempo de criança. Esqueci do Twitter, celular, caixa de emails. Falei com minha amiga: acho que vou voltar a gostar de mato um dia. Existe "mato online"????



Escrito por Quel às 15h22
[ ] [ envie esta mensagem ]

 

Quel, Leandro, Flavinha e Didi!

Histórico
01/08/2010 a 31/08/2010
01/05/2010 a 31/05/2010
01/04/2010 a 30/04/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/02/2010 a 28/02/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004




Nossos Links
 Vista da Vidade
 Vista da Cidade (antigo)
 Elite Jornalismo
 Consciência
 Gourmet De Palavras
 Se Quiser Me Dar Dinheiro
 Conversa de Boteco
 Mulherzinha
 Homem Chavão

Mais por aqui...
Deixe Estar
Zero 31
A Diva da Ópera
Odisséia Díptica
Blog do Luli
Imprensa Marrom
Vida de Redatora
Blowg Marina
Elas Por Elas
Querido Leitor